« Voltar

Notícia

Transformação do território brasileiro ao longo dos anos

10/05/2017

mapbiomas-logo-300x243.jpg

Que a vegetação natural brasileira está em constate mudança não há dúvidas. Porém, como aferí-la? O Observatório do Clima, em colaboração com 18 instituições, oferece mais um importante instrumento: a segunda coleção de mapas do MapBiomas - Projeto de Mapeamento Anual da Cobertura e Uso do Solo no Brasil -, lançada no dia 28 de abril, em Brasília.


Trata-se de um dos maiores esforços voltado ao mapeamento da cobertura vegetal do Brasil, que apresentou dados relevantes como a perda de 13% das matas, 20% dos manguezais e a conversação de vegetal natural por exótica no Pantanal; a regeneração de 2,5 milhões de hectares de Mata Atlântica, principalmente no Paraná e no Rio de Janeiro; e perdas de vegetação natural três vezes mais elevadas no Cerrado do que na Amazônia.


Sobre este último, o MapBiomas chega para ajudar a solucionar a questão do desmatamento anual no Cerrado, que devido às suas características específicas, impossibilita, em grande parte, as medições por satélite. Estes mapeamentos vão auxiliar no cálculo preciso de emissão de gases de efeito estufa e, também, da quantificação de restauração de florestas propostos pelo Brasil no Acordo de Paris.


A iniciativa utilizou dois recursos que nunca haviam sido empregados: o trabalho em rede, que reúne especialistas da academia, setor privado e organizações ambientais, e a plataforma Earth Engine do Google, a mesma que alimenta o Google Earth e o Waze. Com isso, o MapBiomas conseguiu identificar o que é cada pedaço ou pixel de 30 x 30 metros no Brasil – se é floresta, pasto ou cultivo agrícola, por exemplo.

Fonte: Agroicone

Autor: Redação

Tel: +55 (11) 3025-0500

E-mail: agroicone@agroicone.com.br

Avenida Angélica, nº 2447 conjunto 173 - Higienópolis

CEP 01227-200 São Paulo/SP - Brasil