« Voltar

Notícia

Acordo de Paris - Incentivos para uma agropecuária mais produtiva e resiliente

12/02/2019

As discussões sobre a pertinência do Brasil permanecer ou não no Acordo de Paris, tema que tem gerado calorosos debates, tirou o foco das negociações que ocorreram em dezembro de 2018, durante a 24ª Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP24) na Polônia.

Paralelamente, em dezembro de 2018 os dados do Banco Central apontavam para a contratação recorde dos recursos do Programa ABC, que visa fomentar a adoção de práticas que permitem ganhos de produtividade, melhoria de manejo, incentivo a adaptação dos sistemas produtivos e redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE).

Em 6 meses de vigência do Plano Safra 2018/19, R$ 1,24 bilhão foi tomado pelos produtores, com uma taxa de juros de 5,25 a 6% ao ano, o que corresponde a um aumento de 85% em relação aos recursos tomados na safra 2017/18.

Afinal, investir em práticas denominadas de baixo carbono é salutar para o produtor e a longevidade de sua produção? Ou o tema da mudança do clima é circunscrito às discussões acadêmicas e políticas e outros foros que não interessam ao campo?

Leia o artigo completo no arquivo abaixo. 


Download: 190212165402_Acordo de Paris--Agroanalysis-Fev2019.pdf

Fonte: Agroanalysis

Autor: Rodrigo C. A. Lima e Laura Antoniazzi

Tel: +55 (11) 3025-0500

E-mail: agroicone@agroicone.com.br

Avenida Angélica, nº 2447 conjunto 173 - Higienópolis

CEP 01227-200 São Paulo/SP - Brasil